sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Papa Francisco visita Assis, na Itália, nesta sexta-feira

Um comentário
Basilica de Sao Francisco de Assis
Papa Francisco chegou à cidade italiana de Assis, terra natal de São Francisco, na manhã desta sexta-feira (4). É a primeira vez que o Pontífice visita a cidade.
Neste dia a Igreja Católica de todo o mundo, celebra a Festa de São Francisco de Assis, santo que pregou e viveu a simplicidade de vida, a paz, a pobreza e amor total a todas as criaturas.
No centro dessa visita papal, os pobres, aqueles que foram a vida e a missão do santo de Assis, e que o Papa Francisco tem evidenciado desde o início do seu ministério petrino.
O Papa chegou por volta das 7h30, hora local, e foi recebido pelo Arcebispo de Assis, Dom Domenico Sorrentino, e demais autoridades eclesiásticas e civis.
No Instituto Seráfico de Assis, especializado na reabilitação, educação e inserção social de pessoas com deficiência física e mental, o Papa saudou crianças especiais e doentes.
Papa em AssisEm seguida, o Pontífice seguiu para a Basílica de São Francisco onde presidiu a Santa Missa.
Em sua homilia, Papa Francisco recordou que São Francisco possuía um grande amor pelos pobres e buscou radicalmente imitar a Cristo.
“Qual é hoje o testemunho que ele nos dá? A primeira coisa, a realidade fundamental de que nos dá testemunho é esta: ser cristão é uma relação vital com a Pessoa de Jesus, é revestir-se d’Ele, é assimilação a Ele.De onde começa o caminho de Francisco para Cristo? Começa do olhar de Jesus na cruz. Deixar-se olhar por Ele no momento em que dá a vida por nós e nos atrai para Ele. Francisco fez esta experiência, de um modo particular, na pequena igreja de São Damião, rezando diante do crucifixo”, disse o Pontífice.
O Santo Padre reforçou ainda o desejo que motivou a vida de São Francisco, a busca da paz. “Qual é a paz que Francisco acolheu e viveu e que nos transmite? É a paz de Cristo, que passou através do maior amor, o da Cruz. É a paz que Jesus Ressuscitado deu aos discípulos”.
Finalizando sua reflexão, lançou um apelo para a pacificação mundial.
“Respeitemos todo o ser humano: cessem os conflitos armados que ensanguentam a terra, calem-se as armas e que, por toda a parte, o ódio dê lugar ao amor, a ofensa ao perdão e a discórdia à união. Ouçamos o grito dos que choram, sofrem e morrem por causa da violência, do terrorismo ou da guerra na Terra Santa, tão amada por São Francisco, na Síria, em todo o Médio Oriente, no mundo”.
Papa Francisco irá visitar ainda centro de acolhimento da Cáritas, localizado próximo da estação ferroviária de Assis. Nesse local, o Papa almoçará com pessoas sem-teto que são assistidas pela Cáritas.
A tarde, o Santo Padre irá visitar e rezar na cela de São Francisco no Eremitério das Prisões, visitará as irmãs Clarissas na Basílica de Santa Clara, local onde fará uma oração silenciosa diante do crucifixo de São Damião através do qual Cristo disse a São Francisco, ‘Francisco, reconstrói a minha Igreja’.
Encerrará sua visita apostólica a Assis, com os jovens da Úmbria na Basílica de Santa Maria dos Anjos, onde fará uma oração na Porciúncula, igreja localizada dentro dessa basílica onde São Francisco fundou a Ordem Franciscana e faleceu em 1226.
São Francisco de Assis nasceu no final do século XII e seu testemunho de vida e santidade atrai pessoas de várias culturas e religiões.
A Igreja espera que 100 mil pessoas acolham o Santo Padre em sua primeira visita a Assis.
Fonte: Rádio Vaticano. 

Um comentário :

  1. "Sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver"(I Pedro 1:15)
    Venha nos visitar:http://botefeamor.blogspot.com.br/
    Abraços Fraternos

    ResponderExcluir